O dia do cliente Página inicial
Dia do Cliente - Campanhas - Dicas
  O Dia do Cliente  
 
O Pai da idéia
 
  Já é oficial  
  Apoiadores  
  O que dizem  
  Campanhas  
  Curiosidades  
  Cadastre-se  
  Imprensa  
  Contato  
  Página inicial  

 

 


"Ah! Eu não acredito": existe uma receita para o sucesso!

            Vivemos num mercado crescentemente competitivo. A globalização chegou, e cresce, como uma verdadeira Tsumani, avassaladora. O capital, patrocinado pelo avanço da tecnologia, migra de um lado para outro do mundo, em milésimos de segundos, a um simples toque de teclado. Assim bilhões de dólares são aplicados ou sacados de uma empresa, de um país. O capital, vai em busca das melhores oportunidades de lucro, estejam elas onde estiverem. Não há mais espaço para políticas protecionistas – por mais que governos, ou aglomerados empresarias, tentem proteger mercados, estes são minados. O mundo hoje é um grande supermercado global. Dentro deste cenário, o cliente tem hoje - e cada vez mais - milhares de alternativas de compra. Não há como segurar esta tendência. Efetivamente, o cliente hoje detém um extraordinário poder.
            Isto é fato, não da para remar contra a maré, é mais inteligente surfar as ondas das oportunidades. Mas, o que fazer?
            Três aspectos estratégicos são indispensáveis. São estes:
            Em primeiro lugar, oferecer produtos/ serviços altamente competitivos. Para tal é preciso oferecer ao cliente produtos/ serviço de alto valor agregado (isto é muito mais que preço! Cliente não quer apenas preço, ele quer principalmente valor). Mas para tal é preciso conhecer muito bem o cliente para o qual se trabalha, o segmento, se possível o cliente “um-a-um”. Só assim, podemos atendê-lo em suas necessidades especificas. Customização de produtos/serviços, fazem parte da nova regra do jogo. O cliente quer e exige uma solução impar; se você não der, alguém dará.
            Em segundo lugar, prestar um fantástico atendimento ao cliente. Através das centenas de Momentos da Verdade que o cliente tem normalmente com a empresa – ou seja, com seus funcionários e colaboradores – a empresa tem que dar um verdadeiro espetáculo - um show - de atendimento! Disponibilidade, velocidade, clareza, interesse, tudo isto demonstra o nível de compromisso que a empresa tem com o cliente. Aqui, não adianta “dizer”, é preciso “fazer”, “demonstrar”. O cliente está saturado - literalmente de saco cheio - de promessas não cumpridas; de marketing, propaganda e publicidade enganosa, mentirosa. Basta! O Cliente hoje é um São Tomé; descrente, ele precisa ver para crer. O cliente hoje acredita na experimentação, na experiência que ele possa ter com a empresa. Estas experiências surgem no dia-a-dia. A propósito como são os momentos da verdade que nossos clientes tem com nossa empresa? Encantadores, desencantadores ou normais?
            “Ah! Eu não acredito que eles façam isto por mim” é isto que nosso cliente precisa exclamar a cada momento da verdade que ele tenha com a nossa empresa.
            Em terceiro lugar, vá alem do atendimento, Cultive relacionamento, cuide do cliente, do negócio dele, faça com que ele seja cada vez mais lucrativo. Acabou a época da transação. Vivemos a época da relação. A transação acaba na nota fiscal, na assinatura do contrato. A relação, ao contrário, começa após nota fiscal.

“que cada um procure, não o próprio interesse,
mas o interesse dos outros”.
Filipenses, 2,4

            O mundo mudou! Chegou à hora. Pela primeira vez na história o lucro está rimando com valores positivos. Enganar um cliente, buscar “levar vantagem” com um cliente é, antes de tudo um estratégia que demonstra baixa inteligência e capacidade de visão de seu protagonista. Se antes, com um mercado de baixa competição e alternativas, a política de “esfolar”, explorar, enganar o cliente não dava em nada, hoje é fatal.
            Acima de tudo COMPROMISSO, esta é a palavra chave! Se você, sua empresa, não tem verdadeiro compromisso com o sucesso do seu cliente, seguramente você não tem futuro. Definitivamente a medida do nosso sucesso passou a ser a medida do sucesso do nosso cliente. Dentro deste contexto, o dia 15 de setembro (dia do Cliente), soma-se a um esforço de grande conscientização de todos de que o cliente efetivamente é o principal responsável pelo sucesso em qualquer negócio.
            Enfim, aqui está a receita do sucesso fornecida pelo cliente:

            Ponha na panela do mercado um produto/serviço de alto valor agregado, tempere com um excelente atendimento. Adicione relacionamento. Ponha fermento de “espírito de serviço”. Finalmente, coloque uma alta dose de compromisso. Leve brandamente ao fogo da paixão (do fazer com o coração, por vocação). Sirva com entusiasmo!

            Sirva! Siga! E saboreie o sucesso dos excelentes resultados desta nova maneira de lucrar e fazer negócio. Experimente!

Sérgio Almeida

<< Voltar